Facilidades
Página Inicial
Bookmark
Indique este site
Fale conosco
Dicas de Jardinagem
Lista Novidades

Bonsai
Controle
Cuidados
Curiosidades
Erros
Escolha de plantas
Flores
Gramado
Horta em casa
Inseticidas naturais
Jardineiras
Mudas
Paisagismo
Plantas carnívoras
Plantas de interiores
Plantas medicinais
Plantas tóxicas
Podas
Pragas e doenças
Solo

Busca de registros

Links Úteis
Dicas de Cozinha
Cozinha Feliz
Casa dos Anjos
Crendices
Dicas de Jardinagem
Regras dos Jogos
Mandato
Resumos
Passado
Roda do Tempo
Prece On Line
Regras de Baralho
Receitas de Doces
Dicas de Bonsai
Receitas de Camarão
Dicas de Bruxas
Casa dos Poemas
Receitas de Carnes
Receitas de Peixes
Receitas Frutos do Mar
Dicas de Bebidas
Dicas de Vinhos
Dicas de Artesanato
Receitas de Cozinha
Comida Gostosa
Receitas de Saúde
Receitas de Beleza
Dicas de Condomínio
Gostei do Site
Fontes de Letras
Flores

Flores
Amor-Perfeito

É uma planta rústica e que exige poucos cuidados. É encontrada em duas famílias, a das Violáceas e a das Scrophularcáceas. Trata-se de uma Herbácea de pequeno porte anual e que costuma ser cultivada como bordaduras e forraçoes Suas origens são os continentes europeu e asiático (Vietnã). Pode atingir uma altura entre 20 e 30 centímetros e se propaga através de sementes no outono.

O amor-perfeito é uma planta de ciclo anual, que atinge altura entre 20 e 25 cm, caracterizada por caule curto e ramificado, com folhas lisas, cerosas e denteadas. São cultivadas em canteiros férteis, de boa drenagem, no entanto úmidos e a pleno sol. Preferem clima ameno.

Suas flores se apresentam de maneira isolada ou agrupadas em hastes florais. Florescem quase o ano inteiro. principalmente durante o inverno e primavera. São flores geralmente violetas e rosas, podendo apresentar também várias cores.

Essas plantas precisam estar em ambientes com meiasombra e muita luz durante o verão, embora não suportem sol direto entre 10 e 17 horas, e devem ser também protegidas de ventos fortes. O solo ideal deve ser arenoso e rico em matéria orgânica. O Amor-perfeito precisa ser regado de duas a três vezes por semana nos meses quentes e uma vez por semana nas épocas frias.

A semeadura pode ser feita em canteiros, em caixas ou bandejas específicas para esta finalidade. Utiliza-se como substrato um composto encontrado no comércio ou prepara-se uma mistura peneirada, contendo 2/3 de terra vegetal e 1/3 de areia fina. As sementes são colocadas em sulcos rasos, em fileiras contínuas, quando se faz uso de canteiros ou caixas, e utilizadas na proporção de 2-3 sementes, em cada forma ou tubete, quando semeadas em bandejas. Após semear, irrigar o substrato.

Quando semeadas em canteiros, utilizar cobertura alta nas horas mais quentes do dia, para proteção das mudas.

As mudas devem ser transplantadas para o local definitivo, para plásticos de ½ litro ou para caixas coletivas, quando atingirem 10 cm de altura. O transplante deve ser feito pela manhã ou a tarde precedido de uma irrigação.

É preciso adubar uma vez por ano com farinha de osso, farinha de peixe ou torta de algodão e também usar fosforita, superfosfato, termofosfato ou NPK rico em P.

O canteiro deve ser preparado com antecedência, revolvendo-se o solo e acrescentando uma mistura de esterco bem curtido e fertilizante, na proporção de 2,5 kg para cada 30 m2.

.


Flores : Mais Registros
 
-Dê flores de presente!
-Conservação de Buquês
-Dicas de Conservação de Planta em Vaso
-Amor-Perfeito
-Violetas Africanas
-Tulipas
-Bromélias
-Vasos de flores que duram mais
-Cores no jardim
-Baunilha, a orquídea comestível mais famosa
-Orquídeas
-Camélia sempre florida


Dicas de Jardinagem - Todos os direitos reservados - 2007 - Internautas conectados no momento: 12